Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Twenty Something

IN THE END

mw-720.jpg


Quase 10 anos depois volto a ficar com lágrimas nos olhos. Desta vez não foram de alegria, extâse ou emoção...

Foi também com 10 anos que comecei a ocupar os intervalos das aulas com phones nos ouvidos e o Hybrid Theory no discman. Nos anos que se seguiram a In the end, Crawling, Papercut, Numb e todas as outras que sabia na ponta da língua andavam em modo repeat no meu mp3 de 500mb.

Em 2008, estava a terminar o décimo segundo ano e pude finalmente ir ver a banda que me acompanhava até então. Foi no Rock in Rio, o meu primeiro festival, que senti toda aquela energia que ainda hoje não consigo descrever. Foi a última banda a subir ao palco depois de nomes como The Offspring e Muse, mas ainda hoje sinto aquele arrepio quando o Chester fez silêncio e milhões de pessoas cantaram a In the end.

 

Esperava poder reviver tudo 10 anos depois, mas afinal, ao vivo, ficamos por aqui. 

... it doesn't even matter.

 

Obrigada 

 

https://youtu.be/5YB8aF7NbyI?t=185 ROCK IN RIO 2008 Concerto completo

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow